terça-feira, 1 de setembro de 2009

O que a Bíblia diz sobre o espiritismo?


Deuteronômio 18.9-14 diz:

9 Quando entrares na terra que o Senhor teu Deus te dá, não aprenderás a fazer conforme as abominações daqueles povos.
10 Não se achará no meio de ti quem faça passar pelo fogo o seu filho ou a sua filha, nem adivinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro,
11 nem encantador, nem quem consulte um espírito adivinhador, nem mágico, nem quem consulte os mortos;12 pois todo aquele que faz estas coisas é abominável ao Senhor, e é por causa destas abominações que o Senhor teu Deus os lança fora de diante de ti.13 Perfeito serás para com o Senhor teu Deus.
14 Porque estas nações, que hás de possuir, ouvem os prognosticadores e os adivinhadores; porém, quanto a ti, o Senhor teu Deus não te permitiu tal coisa.
_________________________________________________________

A palavra abominável significa : que excita o horror, detestável...
_________________________________________________________

No vers. 12 diz que o abominável será lançado para longe da presença de Deus, e isto significa que será para sempre. Leia abaixo Apocalípse cap.21 vers. 8
Mas, quanto aos medrosos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos adúlteros, e aos feiticeiros, e aos idólatras, e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago ardente de fogo e enxofre, que é a segunda morte.
Nota : Segunda morte, significa morte da alma, ou seja, separação eterna de Deus. A alma irá sofrer eternamente no lago ardente de fogo e enxofre.
A Bíbia diz também no Livro de Jó cap. 7 vers. 9
8 Os olhos dos que agora me vêem não me verão mais; os teus olhos estarão sobre mim, mas não serei mais.
9 Tal como a nuvem se desfaz e some, aquele que desce à sepultura nunca tornará a subir.
10 Nunca mais tornará à sua casa, nem o seu lugar o conhecerá mais.
Será que Deus é mentiroso? A Bíbia responde:
No livro de Números cap.23 vers. 19 diz:
Deus não é homem, para que minta; nem filho do homem, para que se arrependa. Porventura, tendo ele dito, não o fará? ou, havendo falado, não o cumprirá?
No livro de Tito cap.1 vers. 2 diz:
na esperança da vida eterna, a qual Deus, que não pode mentir, prometeu antes dos tempos eternos,
Obs.: Mentir não faz parte da natureza de Deus, ou seja, tudo é possível a Deus, mentir não.
Leia o que o apóstolo Paulo escreveu aos Hebreus no cap.9 vers.27.
E, como aos homens está ordenado morrer uma só vez, vindo depois disso o juízo.
O versículo afirmar: morrer uma só vez, ou seja, não voltaremos em outras vidas.
Conclusão : Prezado amigo, não se deixe enganar, como lemos acima Deus não pode mentir, logo, a sua Palavra é a verdade e vai se cumprir queira nós ou não, não deixe para depois, aceite Cristo Jesus como seu suficiente salvador para que possas gozar da alegria da vida eterna.

Deus te abençoe na pessoa Bendita de Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.

_________________________________________________________________________________

Coloquei abaixo a resposta das indagações do Sr. Michel Isaias, porque no comentário não está aceitando a minha resposta, acho porque é devido ao tamanho da mesma.

è   Você escreveu que o espiritismo não fala com os mortos e sim com o espírito dos mortos.

Em  1 João 4.1-4 diz:
1 Amados, não creiais a todo espírito, mas provai se os espíritos vêm de Deus; porque muitos falsos profetas têm saído pelo mundo.
2 Nisto conheceis o Espírito de Deus: todo espírito que confessa que Jesus Cristo veio em carne é de Deus;
3 e todo espírito que não confessa a Jesus não é de Deus; mas é o espírito do anticristo, a respeito do qual tendes ouvido que havia de vir; e agora já está no mundo.
4 Filhinhos, vós sois de Deus, e já os tendes vencido; porque maior é aquele que está em vós do que aquele que está no mundo.

Eu creio que o amigo seja frequentador de um centro espírita, sendo assim, já deve ter visto algum médium possuído por algum espírito, na próxima oportunidade que você tiver em ver um médium possuído faça a pergunta a ele: Jesus veio em carne ou em espírito? E certamente o mesmo irá responder que Jesus veio em espírito, porque o espírito que está no médium não provém de Deus. Tenha coragem e faça a pergunta, você constatará que a Palavra de Deus (Bíblia) está certa, ou seja, é a verdade.

è O amigo escreveu que Jesus foi o maior médium de todos os tempos, eu vou mais longe, segundo o evangelho que escreveu Alan Kardec, Jesus foi o maior espírito de luz que veio sobre esta terra.
Pergunto: Se Jesus foi tudo isso que está escrito acima como pode Jesus estar errado na sua doutrina e Alan Kardec certo? Uma vez que segundo o espiritismo Jesus é Bem maior do que Alan Kardec. Tem alguma coisa que não está batendo.

è O amigo escreveu que Jesus em muitas passagens da Bíblia fala sobre reencarnação.
Vamos lá: O amigo escreveu que o POVO julgava que Jesus  fosse Elias,  Jeremias ou outro  profeta. Eu pude observar que o amigo procedeu igual a seu mestre (Alan Kardec), ou seja, pegou um versículo isolado o dê nº 14 do texto abaixo, quando na verdade tinha que ler todo texto.

Mateus 16.13-17
13 Tendo Jesus chegado às regiões de Cesaréia de Felipe, interrogou os seus discípulos, dizendo: Quem dizem os homens ser o Filho do homem?
14 Responderam eles: Uns dizem que é João, o Batista; outros, Elias; outros, Jeremias, ou algum dos profetas.
15 Mas vós, perguntou-lhes Jesus, quem dizeis que eu sou?
16 Respondeu-lhe Simão Pedro: Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo.
17 Disse-lhe Jesus: Bem-aventurado és tu, Simão Barjonas, porque não foi carne e sangue que to revelou, mas meu Pai, que está nos céus.

No versículo 15  Jesus  pergunta aos seus discípulos: Mas vós, perguntou-lhes Jesus, quem dizeis que eu sou? Leia a resposta de Pedro no versículo 16,  Pedro diz: Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo.

Pergunto: Com que Jesus concordou com o POVO ou com PEDRO?  Versículo 17 da a resposta: Disse-lhe Jesus: Bem-aventurado és tu, Simão Barjonas, porque não foi carne e sangue que te revelou, mas meu Pai, que está nos céus.

Conclusão: É notório que Jesus concordou com Pedro, ou seja, Jesus não aceitou a ser comparado com um profeta, porque Ele é “o Cristo, o Filho do Deus vivo”.

Pergunto: E agora, onde está a reencarnação no texto acima?

è O amigo escreveu que Jesus se refere a João Batista como a reencarnação de Elias.
Vamos lá:

Mateus 11.12-14
12 E desde os dias de João, o Batista, até agora, o reino dos céus é tomado a força, e os violentos o tomam de assalto.
13 Pois todos os profetas e a lei profetizaram até João.
14 E, se quereis dar crédito, é este o Elias que havia de vir.

O que Jesus está dizendo é que João Batista assumiu o papel profético de Elias, ao enfrentar corajosamente o pecado e conduzir as pessoas a Deus. Ainda dentro deste assunto eu quero lembrar o amigo que: A pessoa só pode reencarnar se ela morrer. Estou correto? Sim, estou, isto é doutrina do espiritismo. Então, há um mal entendido, uma vez que o profeta Elias não morreu.

Em 2 Reis 2.11 está escrito: 
10 Respondeu Elias: Coisa difícil pediste. Todavia, se me vires quando for tomado de ti, assim se te fará; porém, se não, não se fará.
11 E, indo eles caminhando e conversando, eis que um carro de fogo, com cavalos de fogo, os separou um do outro; e Elias subiu ao céu num redemoinho.

Podemos observar no texto acima no versículo 11 que Elias não morreu foi tomado por um redemoinho e foi levado ao céu. Temos outro personagem da Bíblia que também não conheceu a morte, seu é Enoque. Leia abaixo.

Gênesis 5.22-24
22 Andou Enoque com Deus, depois que gerou a Matusalém, trezentos anos; e gerou filhos e filhas.
23 Todos os dias de Enoque foram trezentos e sessenta e cinco anos;
24 Enoque andou com Deus; e não apareceu mais, porquanto Deus o tomou.

Podemos observar no versículo 24, que Deus tomou Enoque para si, se lermos todo capítulo 5 de Gênesis vamos observar que todos os demais morreram, Enoque não foi tomado, assim como Elias.

Pergunto: E agora, onde está a reencarnação no texto acima?

è O amigo diz que Jesus falou a Nicodemos que era preciso nascer de novo para herdar o reino do céu.

João 3
1 Ora, havia entre os fariseus um homem chamado Nicodemos, um dos principais dos judeus.
2 Este foi ter com Jesus, de noite, e disse-lhe: Rabi, sabemos que és Mestre, vindo de Deus; pois ninguém pode fazer estes sinais que tu fazes, se Deus não estiver com ele.
3 Respondeu-lhe Jesus: Em verdade, em verdade te digo que se alguém não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus.
4 Perguntou-lhe Nicodemos: Como pode um homem nascer, sendo velho? porventura pode tornar a entrar no ventre de sua mãe, e nascer?
5 Jesus respondeu: Em verdade, em verdade te digo que se alguém não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus.
6 O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do Espírito é espírito.

O amigo esqueceu de escrever que é nascer da água e do Espírito (é isso mesmo, Espírito com letra maiúscula) conforme o versículo 5 do texto acima,  porque Jesus está falando da 3ª pessoa da trindade divina, ou seja, a pessoa Bendita do Espírito Santos de Deus.

Nascer da água pode significar o batismo (que é um simbolismo), ou seja, quando a pessoa é mergulhada enterra a velha criatura, e quando sobe, nasce uma nova criatura, e nascer do Espírito, significa nascer espiritualmente, ou seja, a pessoa está convertida, passou a ser uma nova criatura, e Nicodemos não era uma nova criatura, precisava crer e aceitar Jesus como seu Salvador, o único mediador entre Deus e os homens e para isso precisava nascer da água e do Espírito Santo de Deus.

E não é só Nicodemos que tem que nascer da água e do Espírito, todos nós temos que ter este nascimento se quisermos morar no céu, e aí sim, poderemos ver Jesus como Ele é.

è E por último o amigo escreveu que pelo capricho de sua mulher Teodora, o imperador Justiniano, que não acatava a autoridade do papa opôs-se a tese da reencarnação.

O amigo colocou bem, a reencarnação era aceita pela igreja católica e não pela Bíblia, se o amigo não sabe (ou talvez saiba), a igreja católica vendia até lugar no céu.

Jesus disse em João 14.6 Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.

Amigo, somos dotados de livre arbítrio, temos o direito dado por Deus para escolher, mas as nossas escolhas irão definir onde iremos passar a eternidade. A Bíblia diz: Após a morte segue-se o juízo.

59 comentários:

  1. Olá,ministro,Lincoln !

    Esta é o tipo de mensagem evangelizadora,
    principalmente para os espiritistas, que
    mostra,claramente,que não existe a tal da
    reencarnação e que após à morte,segue-se
    Juízo ( Hb 9.27 ).

    Parabéns,linda mensagem !

    Pr Jayme Salema

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. todos vcs descobrirão a verdade espiritual após o desencarne...reencarnação é fato.. e kardecismo é fé estudada... fiquem com Deus !

      Excluir
    2. Amigos sou evangélico assembleiano. Tenho um colocação muito importante talvez a que poe por fim toda teoria que o espiritismo é de Deus. Amigos espiritas vcs acreditam em reecarnação e em karmas de vidas passadas ok. Se algurm fez besteira no passa volta pra se redimir e crescer espiritualmente é isso que vc acreditam certo. Pois sendo assim Jesus Cristo devia ter sido o pior ser humano do mundo na sua encarnação anterior, porque pra sofrer o que ele sofreu entao na sua vida passada ele foi pior que Hitler. Algum medium ai consegue me responder essa.

      Excluir
    3. Senhores é este tipo de coisa que forças negativas querem, estamos nos jugando e condenando enquanto o verdadeiro proposito esta ficando de lado, temos que nos unir para ajudar a todos aqueles q estão necessitados de uma palavra de conforto a assim ajudaremos o próximo, como sabemos somos todos irmão e não inimigos.

      Excluir
  2. gostei muito do estudo , só achei pouco rs obrigada

    ResponderExcluir
  3. Entendi , mas oq dizer pra aqueles q insistem em falar para outros q conversam com espiritos e que adivinham algumas coisas sobre a sua vida , deixando-a ate intrigada ???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. que deus ama os espiritas , mais abomina o espiritismo..

      que deus seja louvado..

      Excluir
    2. E o que dizer pra aqueles que são mediuns? Pois creio eu que existem pessoas que são assim sem ter escolhido isso, e por mais que orem pra não ter esse ''dom'' nada muda. Não acredita que podem existir mediuns bons? Pois Deus pode não gostar de quem procura espiritos brincalhões e com intensões nada uteis. Mas, também pode haver mediuns serios e que não tem culpa de vê-los, alguns até acreditam que estão ajudando as pessoas, né? Acho que é verdade que quem vê anjos também vê demonios. Porém, a pratica de ver não é em todo má, é? acredita que todos os ''espiritos'' na terra sejam demonios? o que são anjos pra você? e o que me diz dos santos?

      Excluir
  4. Estou procurando a verdadeira verdade na Bíblia, mas não entendi a diferença do espírita para o espiritismio?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espirita e a Pessoa em si, Espiritismo e Uma doutrina abominável Perante o senhor Deus todo Poderoso, portanto Deus Quer que todos se salve os Judeus e os não Judeus, os espirita se arrependendo de suas praticas e aceitando Jesus Cristo como único Salvador esse terá sua salvação no reino eterno!

      Excluir
    2. a tradução da bíblia feita do hebraico foi totalmente distorcida das falar reais... procurem estudar mais... não sigam = a gado...em varias passagens fala-se sobre reencarnação, espíritos amigos de Jesus, Doutrina reveladora (segredo revelado do Cristo),veja a tradução original sem ser modificada, e não fale mal de uma doutrina que é tão maravilhosa, conheça bem essa doutrina trazida pelo nosso mestre Jesus ! fique na paz

      Excluir
    3. Aiai, acho que nenhum de você leram o Livro do Espiritos.
      Como Deus, um ser de alto nivel de conhecimento criaria esse ser chamado de "Diabo"?
      Pessoas nascem com sérios problemas de saúde, míseraveis. Cade a justiça de Deus?
      Cade a justiça de Deus em deixar um filho seu "queimar no fogo do inferno", sem dar uma nova chance ao mesmo?

      Cada vez mais a física quantica comprova as ideias do Espiritismo.

      Fiquem com Deus!

      Excluir
  5. Amigo.
    1º Concordo com o Gatosão. O espiritismo surgiu muito depois da bíblia.
    2º O espiritismo não fala com mortos, mas com espíritos.
    3º Jesus foi o maior médium de todos os tempos.
    4º Em muitas passagens da bíblia podemos ver claramente que Jesus fala em reencarnação:
    - O povo julgava que Jesus fosse Elias, Jeremias ou outro profeta (Mateus: 16).
    - Jesus se refere a João Batista como reencarnação de Elias (Mateus: 11)
    - Jesus disse a Nicodemos que é preciso nascer de novo para ganhar o Reino de Deus. (João:3)
    5º A reencarnação era aceita pela igreja até o ano de 553 de nossa era, até que em obediência aos caprichos de sua mulher Teodora, o imperador Justiniano, que não acatava a autoridade do Papa, opôs-se a tese reencarnacionista.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. NÃO LEIA A BÍBLIA COMO UM LIVRO QUALQUER. MEDITE NELA E PEÇA A ORIENTAÇÃO DO ESPIRITO SANTO QUE ELE VAI LHE MOSTRAR QUE NÃO DEVEMOS CONSULTAR OS MORTOS OU O ESPÍRITO DELES COMO VOCÊ MESMO DISSE

      Excluir
    2. Claramente?
      Eu fui enganado durante muitos anos pelo espiritismo e não caio mais nessa. Kardec usa os versículos que lhe convém e fora de contexto, mas esquece os tantos outros que abominam a prática espírita. Leia Levítico 19:31 e 20:27; Deuteronômio 18:9-12; Isaías 8:19; e Atos 16:16-18. Isso é só parte do que a Bíblia fala sobre espiritismo.

      Excluir
  6. ESTOU COEÇANDO A ME INTEREÇAR POR ESSE CONHECIMENTO,SOBRE ESPIRITISMO!CREIO E ACREDITO EM DEUS E EM SUA SANTA PALAVRA,MÁS POR NÃO INTENDER BEM PRECISO SER ORIENTADO CORRETAMENTE PARA QUE EU NÃO SEJA LEVIANO EM CONDENAR NINGUÉM NAQUILO QUE PRÁTICA,SE PUDER ME AJUDAR FICAREI SATISFEITO OBRIGADO!ME E-MAIL É JAADER_HISTORY@MSN.COM,QUE A PAZ DO SENHOR DEUS ESTEJA CONOSCO AMÉM!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo Jaader

      Recomendou o apostolo Paulo: "experimentai tudo e retende o melhor"

      Se vc realmente quer conhecer a verdade libertadora sem dogmas e sem preconceitos religiosos, evitando a teias do Fanatismo religioso, que os mercadores da fé promovem, então meu amigo ESTUDE A DOUTRINA ESPÍRITA, te passo um endereço de um blog

      http://vozqclamabr.blogspot.com.br/2014/02/revelacao-boa-nova-do-cristo-de-deus.html

      Excluir
  7. Respostas
    1. E qual vc acha q era a bíblia q Jesus Cristo e os apóstolos seguiam? E qual vc acha q era os mandamentos q Jesus e os apóstolos tanto falava para nos guardarmos?.,....com td certeza os do velho testamento...ABCD

      Excluir
    2. Toda lei do velho testamento se resume em "Amai a Deus sobre todas as coisas e amai ao próximo como a ti mesmo." Jesus não criou nenhuma religião quando veio a terra, a "religião" dele era o AMOR. Portanto, qualquer religião ou doutrina que ensine fazer o BEM e AMAR o seu semelhante, condiz com a Boa Nova pregada pelo Cristo. Grande abraço

      Excluir
  8. Estou triste, pois acabei de me desistende com uma grande amiga por ela nao crer nas escrituras, acredita fielmente em Deus mas segue o espiritismo, tentei de todas as formas provar q estava errada e que esta se condenando, mas foi em vão, ela nao quis me ouvir e nem ler os artigos que eu mandei.... Bem Deus sabe o que faz, eu me batizei a pouco tempo e acho q tenho a missao de evangelizar e ganhar almas, eu tentei, agora so poderei orar por ela....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amem Patty! E o melhor a fazer aos q nao creem n Palavra da Verdade. Abs.

      Excluir
  9. Engraçado, é ver as pessoas sempre se julgam certas e se apegam a religiões.
    Deus salva pessoas e não igrejas e religiões.
    O que te faz pensar que só a sua verdade é absoluta?
    Respeitem a religião e pensamento dos outros, só cabe a Deus a verdade.


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Falou tudo Perla, as pessoas têm a péssima mania de julgar e se sentirem donas da verdade, chega ser absurdo isso, mas enfim, cada um com a sua dificuldade né. Como disse Romulo Diniz, vamos seguir no amor e na caridade com o próximo e para conosco mesmo, que assim estaremos no caminho do Cristo. Chega dessa religiosidade que cega e diz quem vai para o "céu" ou para o "inferno" de acordo com as suas crenças, vamos fazer a diferença através das nossas atitudes. Prefiro "perder" meu tempo amando do que tentando estar certa, creio eu ser isso mais digno de um Cristão, seja ele Espírita, católico, evangélico, umbandista, testemunha e etc...

      Excluir
  10. O pior cego é aquele que tendo boa visão não consegue exergar a verdade BÍBLICA.
    Não julgo ninguém, pois Jesus Cristo disse: Tira primeiro a trave que está nos teus olhos para julgar os outros.
    Sendo assim fico com a verdade BÍBLICA QUE DIZ QUE OS MORTOS NADA SABEM.
    Samuel Menezes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então samuca, quando você morrer nada saberá? Tudo o que aprendeu será perdido? Essa verdade Bíblica é muito injusta. Prefiro a explicação baseada em estudos mais modernos, pois essa bíblia sua além de ser mal interpretada foi mal traduzida.

      Excluir
  11. O objetivo da doutrina espírita é a transformação moral. Os fenômenos e comunicações não foram criados pelo espiritismo. A doutrina nasceu em plena era de renovação "REVOLUÇÃO FRANCESA" simplesmente com a finalidade de esclarecer. Quem se apega a essas picuinhas está perdendo tempo, no final todo mundo vai acabar descobrindo por si mesmo o que nosso mestre Jesus veio nos ensinar.
    Abraços a todos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, as pessoas se apegam mais as manifestações para julgar do que propriamente a moral Cristã. Ninguém fala das obras de caridade, nos estudos SEMPRE baseados em Jesus e na reforma íntima... Dizem se querer salvar, mas na verdade quem precisa realmente se encontra abandonado, jogado por ai... Creio que ninguém tenha o direito de tentar destruir ou desfazer a fé de alguém, visto que TODAS ELAS, quando nos fazem melhorar, são vindas de Deus...

      Irmãos, a religião é apenas um caminho que escolhemos para chegar ao pai, porque de início TODOS nós procuramos por Ele (Jesus e Deus) e no final todos nos aproximaremos Dele.

      Excluir
  12. Conheço algumas pessoas espíritas e elas crêem em Deus mas não aceitam que falem mal do espiritismo,como pode? Se Deus deixa bem claro na sua palavra sobre tudo isso...O Diabo realmente está cegando esse povo,Que o Senhor Jesus abra os olhos delas enquanto há tempo....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Regiane, infelizmente o inimigo é que não te deixa ver a verdade. Jesus falou: Não sairas daqui ate que tenha pago o último ceitil ( centavo ). Como vc explica os assassinos, traficantes que morrem sem nem ao menos sentir uma dor na unha? Vão ficar lá, onde estão os justos, esperando o juizo final? É justo errrar, errar e na hora da morte pedi perdão e ter o mesmo destino daqueles que tiveram uma vida limpa e servindo ao Cristo? A reencarnação é a forma de perdão que Deus nos da para que reparemos os nossos erros, pq Ele não quer o seu filho perdido e Ele vai lhe da mil chances de ser melhor, de quitar as suas dívidas. Deus não é vingativo como alguns preferem acreditar, se vc sofre, é a lei de causa e efeito, não é castigo, vc escolhe o que planta e só vai colher o que plantou. Um exemplo é a Africa, crianças que ja nascem no sofrimento e ai o que vc me diz, o que fizeram nesta vidapara merecer tal infortúnio? Resgates de vidas passada minha cara. Jesus está contigo, mesmo vc não acreditando. Um dia todos nós saberemos a verdade.

      Excluir
  13. A pior coisa que inventaram foi a religião, ela afasta as pessoas umas das outros. Nesta história não existe certo ou errado, existem pessoas que acreditam no que é melhor pra elas.
    A bíblia de forma alguma acredito q seja confiável, pois tudo que o homem toca, ele modifica e até destrói, desde que seja vantajoso pra ele. A tradução da biblia, vcs acreditam mesmo que foi feita corretamente? Eu sinceramente duvido muito
    E aquelas histórias de que era proibido comer a maçã, era a fruta do pecado, a história de que uma serpente falo...Chega ser bizarro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com vc. Não desacredito de tudo que tem na Biblia, mas muita coisa foi inventada e outras excluidas. A igreja católica colocou o que era oportuno para ela e lutero discordou e fez uma nova Biblia, tanto é que a evangelica é diferente da católica e ai? Jesus voltou e disse que deveriamos seguir qual? Qdo Ele disse que ali só existiam verdades? Quando vc passa um texto a limpo, acaba mudando palavras. Uma virgula muda totalmente o sentindo de uma frase e exitem palavras hj quem nem se quer existiam no hebraico.... e ai?

      Excluir
    2. Amiga a bíblia foi preservada por Deus de forma magnífica. Durante o tempo da idade média, ela era acorrentada nos mosteiros e a população não tinha acesso a tal palavra. Então o povo era ensinado da maneira como convinha a Igreja. Justamente um estudioso da bíblia, nesse mosteiro, encontrou verdades q iam contra o q ensinava a Igreja. Lutero não mudou nada, apenas encontrou a liberdade, a verdade na palavra de Deus, e protestou mostrando todas as abominações praticadas, contrárias a vontade de Deus. Existe apenas 1 bíblia desde o começo... preservada para o nosso bem. Se vc tem dúvidas, leia, peça auxílio ao Espírito Santo e Ele te guiará a toda verdade, não será preciso ninguém te dizer o que é certo ou errado.

      Excluir
  14. LSalema, Deus continue te abençoando sempre, vc não faz idéia de como seu estudo e suas respostas foram usadas hj! O Espírito de Deus está agindo de forma grandiosa nesta página da internet, onde encontrei as respostas que deveriam ser dadas pra um questionamento! Cheguei a arrepiar de emoção com a grandiosidade do Senhor na sua vida! Quanto ao pessoal que contraria, td tem a hora verta de Deus, e um dia em Nome de Jesus, vão ter os olhos descobertos e irão enxergar o certo e o que foi postado aqui, será usado como testemunho de como o Senhor é misericordioso e de que RENASCERAM para uma vida em JESUS! Um dia vão ler a bíblia e vão entender o significado da maçã, da serpente que "fala" e o mais importante, do amor de Deus mesmo diante da nossa pequenez e ignorância! Que o Senhor nos abençoe! AMÉM!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amem para todas as tuas palavras, querida!!!

      Excluir
  15. Cada um tem a evolução que merece. Espiritismo é Doutrina e não religião e não cabe na inteligencia de todos. Quem é contra, tinha que visitar um centro sério e ver como realmente se professa a Doutrina de Jesus, onde se prega o perdão dos pecados, o amor ao proximo e a caridade. Vejam se encontram algo de scandaloso nos Centros Espiritas, como se acham entre os evangelicos e católicos. Vejam as obras de caridades e de devotamento aos menos favorecidos e comparem com as obras de arrecadação para enriquecimento proprio de uma boa parte das igrejas evangelicas que usam o nome de Deus e a Biblia para iludir os fieis e enriquecerem cada dia mais. Veja Edir Macedo, está se revelando a besta, o falso profeta de que a Biblia fala. Vai chegar a hora que tudo vai pertencer a Universal e só vai comer quem fizer parte da seita deles, pq detem rede de televsão, radios, imóveis no mundo todo, verdadeiras mansões, carros importados... E o nosso Mestre Jesus viveu na maior simplicidade, andava de chinelos. Dai de graça o recebestes de graça!

    ResponderExcluir
  16. Giullya Viana estou contigo e não abro.
    Como podem falar que a obra de Chico Xavier é coisa do diabo, sendo que do jeito que ele nasceu, ele viveu e morreu? como pode um homem que nem estudos tinha publicar diversos livros com palavras que nem o mais gabaritado professor da língua portuguesa conhece? como se explica pessoas ricas e pessoas pobres (financeiramente falando), como se explica uns nascerem cegos e outros enxergando ?, uns nascerem aleijados e outros não? que Deus é esse que tem distinção da humanidade que Ele mesmo criou? se todos somo iguais perante a Ele como explicar td isso?

    ResponderExcluir
  17. Parabèns,

    amei sua explicação. Alèm de ter me esclarecido, uma vez mais, posso dizer que, estou convicta em responder àqueles que tentarem me contradizer.
    Vc tem mesmo muito conhecimento de Deus.

    Um abraço e DEus lhe abençoe

    ResponderExcluir
  18. JOÃO BATISTA, REENCARNAÇÃO DO PROFETA ELIAS,
    AS CINCO PROVAS CONFIRMADAS NA BÍBLIA

    1) Na profecia escrita pelo profeta Malaquias 4. 5 – eis que eu vos envio o profeta Elias, antes que venha o grandioso dia do Senhor (Antigo Testamento bíblico há 400 anos antes do Cristo);

    2) Na palavra do anjo Gabriel ao Sacerdote Zacarias, em aparição espiritual no Templo de Jerusalém, quando anunciou a gravidez da mulher de Zacarias: " a tua oração foi ouvida, tua mulher dará a luz um filho e lhe porás o nome de JOÃO; porque será grande diante do Senhor, cheio de Espírito santificado desde o VENTRE materno, e converterá muitos filhos de Israel ao Senhor seu Deus, e irá adiante dele no ESPÍRITO E VIRTUDE DE ELIAS" (evangelho de Lucas 1. 5 - 19)

    3) NA PALAVRA DE JESUS quando deu um bom testemunho da missão de João Batista, chegando a engrandecer o nível intelectual de João, naquela época: “dos nascidos de mulher não apareceu ninguém maior que João”; depois Jesus revela confirmando a profecia de Malaquias 4. 5-6, do Antigo Testamento bíblico prevista há 400 anos passados: “Porque é este de quem está escrito. Eis que diante da tua face envio o meu mensageiro, que preparará diante de ti o teu caminho” – Evangelho de Mateus 11. 10

    4) Na palavra de Jesus ao reafirmar a profecia: “E, se quereis dar crédito, é este o ELIAS que havia de vir” (Mateus 11. 14), vide profecia de Malaquias 4. 5 “Eis que vos envio o profeta Elias”

    5) Na palavra de Jesus no Monte Tabor, após a transfiguração: “Mas digo-vos que Elias já retornou e não o reconheceram... ENTÂO OS DISCÍPULOS ENTENDERAM QUE JESUS LHES FALARA DE JOÃO BATISTA (Mateus 17. 13)

    Estas são expressões da verdade bíblica que testificam a volta do profeta Elias ao plano físico terrestre em nova reencarnação nos fluidos da vida humana, fato este que se confirmou na pessoa humana de João Batista.

    Aliás, a história nas escrituras que revela as provações do profeta Elias foi toda truncada pelas reformas religiosas que a Bíblia sofreu nas mãos dos doutores bíblicos precisamente para dificultar o sentido da imortalidade, da preexistência, e da reencarnação que este grandioso espírito foi submetido pela Providencia Divina a fim de servir de padrão para humanidade.

    Os doutores bíblicos apesar de todas as evidencias proféticas provando a reencarnação física de Elias em João Batista continuam sem reconhecer até os dias atuais, porque lhes falta discernimento espiritual: “olhos para ver e ouvidos para entender”

    http://vozqclamabr.blogspot.com.br/2013/11/o-profeta-elias-e-trasladado-para-outra.html

    http://vozqclamabr.blogspot.com.br/2013/12/joao-batista-reencarnacao-fisica-de.html


    http://vozqclamabr.blogspot.com/
    Intensivo de Difusão Espiritualidade Evangélica – IDE

    ResponderExcluir
  19. A CEGUEIRA DOS DOUTORES BÍBLICOS

    Muitos doutores bíblicos não aceitam a reencarnação bíblica é por falta mesmo de percepção espiritual; pois existem nesses meios religiosos interesses maiores - os econômicos, que sufocam o entendimento da revelação espiritual, exemplo: ensinam folclores humanos como se fossem coisas divinas, tais como: Elias não morreu, porque foi elevado ao céu com o mesmo corpo carnal da época. Logo, não é a reencarnação de João, porque só reencarna quem já morreu.

    Vejamos bem, na Bíblia jamais expressa: que Elias não faleceu (morreu) no seu corpo humano da época. A Bíblia apenas cita: NUNCA MAIS ELIAS FOI VISTO (II Reis 2. 12); No entanto, Eliseu que o acompanhava nessa hora extrema do seu arrebatamento, e arrebatamento também tem o significado de sequestro informou uma preciosa pista para entendimento do enigma, como cita o versículo: o que vendo Eliseu, ou seja porque estava presenciando, clamou: “CARROS DE ISRAEL E SEUS CAVALEIROS”; e, eram eles “os Cavaleiros de Israel” que estavam no encalço do profeta há anos, provavelmente, foram os responsáveis diretos ou, indiretos na execução da morte humana de Elias.

    E quem eram os CAVALEIROS DE ISRAEL? Guerreiros que prestavam segurança a Baal, e eram treinados para matar inimigos religiosos utilizando a fogueira. Eliseu que certamente era médium vidente presenciou o desencarne físico de Elias e o momento de sua passagem em espirito para o plano extrafísico. Por isso é que na Bíblia menciona que Elias subiu ao céu num redemoinho. Na revelação hebraica redemoinho é derivado de vento, e vento significa as coisas que se relacionam ao espirito imortal.

    É mister esclarecer que os povos primitivos tinham como cerimônia sagrada aos poderes celestes queimar até as cinzas de seus adversários religiosos (prova do fogo até à morte), no intuito de convertê-los aos seus deuses antropomórficos – II Reis 23. 4-11. E conforme os registros das Escrituras concluem, o que vendo Eliseu, clamou: “Carros de Israel e seus Cavaleiros! – 2 Reis 2. 12”

    Durante muitos séculos na vida social dos povos humanos “o fogo” foi um artifício beatificado por Sacerdotes Religiosos e utilizado para aniquilar a vida humana de adversários. Por isso Jesus conscientizou os seus seguidores que certamente sofreriam perseguições gratuitas: “Não temais os que matam o corpo e Não podem matar a alma” – Mateus 10. 28


    http://vozqclamabr.blogspot.com.br/2013/11/o-profeta-elias-e-trasladado-para-outra.html

    http://vozqclamabr.blogspot.com.br/2013/12/joao-batista-reencarnacao-fisica-de.html


    http://vozqclamabr.blogspot.com/
    Intensivo de Difusão Espiritualidade Evangélica – IDE

    ResponderExcluir
  20. DOUTORES BÍBLICOS - OS PAIS DA MENTIRA NOS TEMPLOS DA FÉ CEGA


    Outra utopia que os doutores bíblicos alegam para negar a reencarnação do profeta Elias: João Batista estava APENAS revestido do ministério de Elias, e que apenas lhe fora dado, POR ACASO “DESDE O VENTRE MATERNO”, uma missão semelhantemente ao profeta Elias.

    CONTUDO, à luz da Justiça com equidade o que é que achamos da segregação racial? Da discriminação e preconceitos entre as pessoas civilizadas?

    SIM, achamos que isso é injustiça social e não concordamos com essas coisas que demonstram retardamento moral. POIS BEM, e se Deus, o Criador, na sua infinita Sabedoria no momento da GESTAÇÃO dos seres humanos, JÁ DESDE O VENTRE MATERNO galardoa com a graça e iluminação do Espírito santo a uma criança que será chamada de João (Lucas 1. 13-15), e lhe destina uma missão gloriosa a de precursor da boa nova do Senhor Jesus SEM NENHUMA CAUSA concreta na preexistência espiritual que justifique essa grandeza. ENTÃO, POR QUE TODAS as pessoas JÁ DESDE O VENTRE MATERNO NÃO SÃO beneficiadas com os raios de luz e virtudes morais boas do Espírito santo? Certamente que o mundo terrestre seria MUITO MELHOR com pessoas JÁ de nascença cheias de qualidades morais virtuosas e teríamos uma humanidade com mais Justiça social, muito mais pacífica, muito mais bondade, e fraternidade entre os povos humanos.

    “Porque aqueles a quem Deus ANTIGAMENTE conheceu (preexistência), os predestinou para serem conforme à imagem de seu Filho – o Cristo; e aos que predestinou a estes também chamou; e aos que chamou a estes também glorificou – Romanos 8. 28-30”

    DEUS NÃO FAZ ACEPÇÃO DE PESSOAS (Tiago 2. 1-13) As almas que compõem a biosfera terráquea vêm evoluindo e crescendo intelectualmente por meio das reencarnações humanas desde o período das cavernas. Nesta lógica os ascendentes espirituais de Elias era fruto da sua própria evolução espiritual, qualidades morais essas que faziam parte de sua consciência preexistencial no momento de sua reencarnação na qual se chamaria João e lhe dava créditos perante a Providencia Divina, a ponto do anjo Gabriel realçar na anunciação do seu nascimento: “porque será grande diante do Senhor, e virtuosa no Espírito santo DESDE O VENTRE MATERNO (Lucas 1. 13-15)

    Elias tinha consciência da sua imortalidade espiritual porque ele estava contrito com Deus, o Deus dos seus antepassados: Deus de Abraão, o Deus de Isaac, o Deus de Jacó. E Deus não é Deus de mortos (Lucas 20. 38-39). O certo é que 10 anos depois deste fato: o arrebatamento/sequestro do profeta Elias, o mesmo se manifesta e faz severas advertências a Jeorão (2 Reis 8. 16), mandando-lhe uma carta escrita de próprio punho, criticando a corrupção moral de seu Governo e os flagelos que cairiam sobre o povo (2 Crônicas 21. 12) Como aconteceu esse intercambio? Sabemos que para Deus todas as coisas são possíveis. Vejamos o que descreve a Bíblia em II Reis 2. 15 depois do arrebatamento do profeta – “o espírito de Elias repousa sobre Eliseu”, e com certeza Eliseu serviu de médium psicográfico.



    http://vozqclamabr.blogspot.com.br/2013/11/o-profeta-elias-e-trasladado-para-outra.html

    http://vozqclamabr.blogspot.com.br/2013/12/joao-batista-reencarnacao-fisica-de.html


    http://vozqclamabr.blogspot.com/
    Intensivo de Difusão Espiritualidade Evangélica – IDE



    ResponderExcluir
  21. DOUTORES BÍBLICOS: " Olhos para ver, e ouvidos para entender"

    Elias não passou pela morte... Isso quer dizer em espírito que ele não sofreu a agonia comum, que geralmente, todos passam quando chega o momento final do falecimento dos seus órgãos carnais, são perturbações que bloqueiam a consciência e podem durar horas, dias e até meses. Em outras palavras a sua morte física foi suavizada, e o seu espírito entrou na glória iluminada dos imortais. Mas, não aconteceu somente com Elias, pois Jesus esclareceu: “dos que aqui estão comigo, alguns há que não provarão a morte, até que vejam o reino de Deus” (Lucas 9. 27). Isso também não quer dizer ao pé da letra que aquelas pessoas não morreriam fisicamente; e sim que esses obreiros leais na seara do Senhor, e que sacrificariam suas vidas materiais em prol da elevada causa da boa nova do Reino, e ao chegar o momento final de suas existências corporais, suas consciências espirituais é que seriam transmudadas do físico para o espiritual, porque seus espíritos é que ressurgiriam glorificados na luz divina para o reino dos Céus.

    Os doutores bíblicos necessitam desenvolver os ouvidos para entender, que só se entra nas dimensões imateriais do invisível celestial em corpo espiritual (I Coríntios 15. 44). Quando Jesus afirma que Deus não é deus de mortos, mas de vivos (Lucas 20. 38-39), Ele está confirmando a sobrevivência espiritual, porque o espírito é imortal jamais deixa de existir. E, fisicamente, todos os homens morrem porque falecem as funções da vida material, é lei da natureza: o corpo volta ao pó; porém o espírito retorna a Deus que o deu. O nosso corpo carnal foi feito para habitar na terra. E semeia-se o corpo material para habitar no planeta Terra. E se há corpo animal há também corpo espiritual (I Coríntios 15. 44). Por isso é que Jesus também fez questão de levar a sua mensagem aos abismos da vida espiritual e pregar aos mortos que estavam vivos por lá, e aos espíritos em prisão, que padeciam nas dimensões espirituais do extrafísico (I Pedro 3. 19-20) e (I Pedro 4. 6)

    E assim como os doutores religiosos do Sinédrio espalharam falsos boatos de que Jesus NÃO ressurgiu dos mortos, pois foram os Apóstolos que roubaram o seu corpo humano. DA MESMA maneira os doutores bíblicos da atualidade propagam falsos discursos às pessoas tentando dificultar o entendimento da imortalidade da alma e consequentemente a sua reencarnação no tempo e espaço da evolução humana, e alardeiam que o espírito de Elias não reencarnou. E desta maneira os doutores bíblicos contrariam até a palavra de Jesus, que reafirmou categoricamente no Evangelho que o espirito de Elias já havia voltado em nova missão profética como mensageiro preparando o inicio da era cristã, e que nessa nova existência havia se chamado JOÃO BATISTA.

    Graças te dou Ó Pai, Senhor dos Céus e da Terra, que ocultastes estas coisas aos sábios e entendidos – os doutores bíblicos de todos os tempos, porém as revelastes aos pequeninos (Mateus 11. 25).

    http://vozqclamabr.blogspot.com.br/2013/11/o-profeta-elias-e-trasladado-para-outra.html

    http://vozqclamabr.blogspot.com.br/2013/12/joao-batista-reencarnacao-fisica-de.html


    http://vozqclamabr.blogspot.com/
    Intensivo de Difusão Espiritualidade Evangélica – IDE


    ResponderExcluir
  22. DOUTORES FANÁTICOS!

    FANATISMO é quando se cultiva uma crença irracional, intransigente e preconceituosa.

    Toda vez que um Pastor, ou Padre, ou Líder Religioso fala em público que a verdade bíblica dele é superior a verdade evangélica dos outros;

    Toda vez que esse religioso esquece a simplicidade, a humildade cristã e se vangloria exaltando-se de ser exclusivamente verdadeiro, esquecendo-se de exemplificar a recomendação do Cristo – QUE O MAIOR NO REINO DE DEUS É AQUELE QUE SERVE COM AMOR; e quem a si mesmo se exaltar será rebaixado no reino celeste.

    Evangelho é boa nova, boa nova do amor, da paz, do perdão, da integração de uns com os outros na construção de uma vida melhor.

    SER CRISTÃO NÃO É TER AS FRASES BÍBLICAS NA CABEÇA, ou decoradas nos lábios como os FARISEUS que as usavam até nas suas vestimentas (Mateus 5. 5) (Mateus 23. 15).

    E sim ter os ensinamentos de JESUS NO CORAÇÃO E VIVENCIÁ-LOS NO DIA A DIA com amor, caridade e respeito aos outros credos. Nisto todos reconhecerão que sois meus discípulos, ou seguidores: “ SE VOS AMARDES UNS AOS OUTROS”

    Bem aventurados os humildes de espírito porque deles é o Reino dos Céus;

    Bem aventurados os pacificadores porque serão chamados filhos de Deus.

    Reflita nestas palavras de Jesus: AINDA TENHO MUITO QUE VOS DIZER, MAS VÓS NÃO O PODEIS SUPORTAR AGORA... Mas quando vier aquele Espírito de verdade, ELE vos guiará em toda verdade...

    Vá BUSCAR O ESPíRITO DA VERDADE, meu amigo!

    ResponderExcluir
  23. SERÁ QUE FOI DEUS QUEM PROIBIU, NA BÍBLIA, A EVOCAÇAO DAS ALMAS DOS MORTOS?

    DEUS, Ser Absoluto e Supremo da Vida no Universo JAMAIS proibiu a evocação das almas dos mortos, conforme muitos religiosos entendem na descrição em Deuteronômio 18. 11 * Pois conforme esclarece o Novo Testamento: NINGUÉM NUNCA VIU A DEUS - João 1. 18 Apenas Jesus que está no seio do Pai, esse o fez conhecer; ou seja, instruiu as palavras de vida eterna verdadeiramente como representante de Deus.

    MOISÉS, SIM, como legislador hebreu proibiu essa prática comum entre os egípcios quando estava formando a soberania da Nação israelita (Deuteronômio 18. 9). E usou o termo que todos os políticos, inclusive da atualidade, usam quando promulgam a Constituição das Leis Sociais de uma Nação, por exemplo, está impresso no cabeçalho da Constituição Federal do Brasil: “Em nome de Deus promulgamos estas Leis, isso não quer dizer que Deus, pessoalmente, é quem decreta essas Leis”

    Também não nos esqueçamos de que o Governo que Moisés estava constituindo era pelo regime de Teocracia = (do grego) Teo = Deus + Kratos = Governo. E os Juízes do Synedrion de Jerusalém eram considerados “deuses” por representarem a Divindade quando analisavam, julgavam e prescreviam normas religiosas para o povo. Por isso Jesus chamou a atenção dos povos, na sua época: “Não está escrito na vossa lei: “SOIS DEUSES” (João 10. 34) Vide também Salmo 82. 6 “vós sois deuses...”

    E Por que Moisés proibiu essa prática? Se era bem comum entre os povos antigos?

    Para evitar possíveis infiltrações de ideias subversivas de inimigos estrangeiros da nação israelita, que transitavam e moravam em seu território. E Moises estava querendo formar uma unidade religiosa, por isso somente o corpo sacerdotal de Israel poderia fazer invocações (Êxodo 28. 1 - 3 e I Samuel 28. 6) Era, portanto, vetado às pessoas comuns usarem a prática de consulta às almas dos antepassados, com a finalidade de fazer adivinhações futuristas (Deuteronômio 18. 14).

    Conscientizemo-nos: A Bíblia foi idealizada, coordenada, redigida, e traduzida para vários idiomas pela própria MÃO do Homem ao longo dos séculos.

    Por isso é que Jesus veio ao planeta Terra para vivenciar a perfectibilidade de Deus Todo Poderoso:

    - que não se ira; não se contradiz; não se arrepende; não é falível; não é regionalista; e nem é limitado.

    É SUPREMO E ABSOLUTO EM TODAS AS COISAS NO UNIVERSO SIDERAL – É ESPÍRITO CELESTIAL (Mateus 6. 9) (João 4. 24) .

    http://vozqclamabr.blogspot.com/
    Intensivo de Difusão Espiritualidade Evangélica – IDE



    ResponderExcluir
  24. COM JESUS, TODAS AS COISAS SÃO POSSÍVEIS PARA DEUS.

    E Jesus rasgou o véu do templo das proibições e limitações na Natureza, e as barreiras do mundo visível e invisível, material e espiritual que se entrelaçam, e é possível sim, os mortos ressurgirem do Além e se manifestarem visível, sensível, e palpável; ou, mesmo em sonhos para os seres humanos encarnados:

    - vide a transfiguração de Jesus no monte Tabor, onde Elias e o próprio Moisés (que outrora proibira) voltam do além e interagem com Jesus e os apóstolos: Pedro, João, e Tiago (Mateus 17. 1 -13).

    - vide varias manifestações de antepassados em seus corpos espirituais fazendo aparições em Jerusalém a muitas pessoas, comprovando a realidade imutável: a imortalidade da alma (Mateus 27. 51 – 53)

    - vide a boa nova de Jesus sendo pregado até mesmo aos mortos, os habitantes do além na dimensão extrafísica, que estavam desorientados na vida espiritual ( I Pedro 4. 6).

    - vide a boa nova sendo pregado também aos espíritos em prisão, os quais em outras existências foram rebeldes a lei divina ( I Pedro 3. 18 – 20).

    - vide orientação inalterável de Jesus: “Os mortos ouvirão a sua voz, e os que a ouvirem são chamados para uma nova vida (João 5. 25)”. “Porque Deus, não é deus de mortos; e sim de vivos (Lucas 20. 38)”, quer seja da Terra, assim como do Além.

    Você sabia? Que aquele que crê em Jesus também fará as mesmas obras que ele fez, quando encarnado na Terra, e outras maiores ainda realizará (João 14. 12). Porque todas as coisas são possíveis para Deus (Mateus 19. 26).

    http://vozqclamabr.blogspot.com/
    Intensivo de Difusão Espiritualidade Evangélica – IDE

    ResponderExcluir
  25. DOUTORES BÍBLICOS ENTENDAM: A BÍBLIA É A PALAVRA DE DEUS ESCRITA PELAS MÃOS DOS HOMENS

    PENSEM NISTO: é louvável quando os Homens colocam no frontispício de sua Constituição Cível o termo que rege a soberania de Deus em suas leis sociais. Tal qual a frase que está escrita no cabeçalho da Constituição Federal do Brasil: “Em nome de Deus promulgamos estas Leis”.

    NOS GOVERNOS TEOCRATAS DOS POVOS ANTIGOS, TAL QUAL DOS POVOS SEGUIDORES DA RELIGIAO HEBRAICA QUE ORIGINOU AS ESCRITURAS DO ANTIGO TESTAMENTO BÍBLICO, AS LEIS SOCIAIS TINHAM CUNHO MORAL RELIGIOSO E ERAM INSTITUIDAS EM NOME DE DEUS.

    A BÍBLIA É A PALAVRA ESCRITA PELOS HOMENS NA BUSCA DE DEUS. Homens inspirados no ideal religioso de uma vida espiritual melhor; porém sujeitos às necessidades e fraquezas da vida humana.

    Deus é tão infinitamente Amoroso e Sábio que deixa o homem escrever a sua história como se fosse parte integrante. Por isso Jesus reafirmou aos Fariseus esse principio escrito na lei humana.

    E respondeu-lhes Jesus: “Não está escrito na vossa lei: “SOIS DEUSES” (João 10. 34) Vide também Salmo 82. 6 “vós sois deuses...”

    Nota: O Salmo se referia aos Sacerdotes que faziam a função de Juízes no Synedrion de Jerusalém e que eram considerados “deuses” por representarem a Divindade quando analisavam, julgavam e prescreviam normas religiosas para o povo. Os povos relacionados no Antigo Testamento bíblico tinham sua forma de governo pelo regime TEOCRACIA. (do grego) Teo = Deus + Kratos = Governo



    http://vozqclamabr.blogspot.com/
    Intensivo de Difusão Espiritualidade Evangélica – IDE

    ResponderExcluir
  26. ESPIRITUALIDADE NO EVANGELHO DE JESUS


    QUE AS SEITAS FANÁTICAS FARISAICAS DA ATUALIDADE NEGUEM E CONDENEM ESTAS GRANDES VERDADES, E CONTINUEM ASSIM APEDREJANDO A ETERNA BOA NOVA DE JESUS.

    Jesus ensinou e comprovou que a morte física não finaliza a existência e sentimentos do ser (vide ensinamento no evangelho de Lucas 16. 19 a 31).

    E APROVOU PELAS ATITUDES E ATOS:

    1) A continuação da vida espiritual em outras dimensões do Universo...

    2) Conversou no monte Tabor, na presença dos apóstolos, com os espíritos Moisés e Elias (profetas do Antigo Testamento que viveram, na Terra, há mais de mil anos antes da era cristã) (Mateus 17. 1 a 13)

    3) Pregou a boa nova de amor, paz e perdão até para os “espíritos em prisões” na dimensão extrafísica do Astral, os quais vagavam em trevas desde o período diluviano (cerca de 5000 anos antes da era cristã). Em outras palavras: as almas das pessoas que viveram na Terra, desde a época de Nóe, e que já eram falecidas na existência carnal, e que estavam errantes em trevas no plano astral (I Pedro 3. 18 a 20) (I Pedro 4. 6)(Efésios 4. 8 a 10)

    4) Restabeleceu o equilíbrio mental de pessoas que sofriam perturbações espirituais. E também conversou caridosamente com a legião de demônios que promoviam o assédio ao habitante de Gadara, interpelando amigavelmente seus nomes e, sem repreendê-los à dimensão infernal e até atendendo os seus desejos impuros, sugestionando-lhes condições de arrependimento de seus atos ofensivos (Lucas 8. 26 a 35).

    5) Proporcionou a aparição coletiva de vários espíritos dos antepassados, e que ressurgem no tempo comprovando a sobrevivência do ser em outras dimensões da vida após a morte física do corpo carnal (Mateus 27. 51 a 53)

    6) Com a era cristã, são chegados os tempos, em que os mortos podem ouvir a voz do Cristo de Deus, e os que a ouvirem reviverão... (João cap. 5 vers 25)

    7) Que ouçam os descrentes e aqueles que pregam que o ser humano é um ser sem alma: Deus não é deus dos mortos, mas dos vivos... da Terra, assim como do Além túmulo (Mateus 22. 31 a 32)

    8) E a morte espiritual, significa: estagnação, sofrimento, expiação, trevas... A criatura permanecer desmembrada dos sentidos do bem estabelecidos na ordem da Criação, e enveredar em atividades maléficas que corrompem os sentimentos e promove a desintegração nos centros de forças da alma (Apocalipse 2. 11 e 20. 14). E para o ser não decair definitivamente no caos do inferno em sua consciência espiritual... Bem melhor é ao ser retornar à existência material, por meio da reencarnação da alma, destituídas dos órgãos que foram motivos de desacertos em sua vida pregressa, e assim reajustar-se perante os valores da Vida Eterna (Mateus 18. 7 a 9).

    9) Se alguma instituição religiosa admite em seus dogmas que a morte física é a extinção integral dos sentidos da vida, essa congregação é OPOSTA aos princípios imortais evangélicos (vide orientação de Jesus Mateus 7. 13 a 28 e, 15. 13 a 14 e Lucas 8. 16 a 18). Recomendou o Senhor: Não temais os que matam o corpo e não podem matar a Alma; temei antes aquele que pode fazer expirar no inferno a Alma e o corpo (Mateus 10. 28)

    Intensivo de Difusão Espiritualidade Evangélica – I D E

    http://vozqclamabr.blogspot.com/


    http://vozqclamabr.blogspot.com.br/2013/10/reencarnacao-existe-sim-na-biblia.html

    ResponderExcluir
  27. EVOCAÇÃO DO ESPÍRITO DO PROFETA SAMUEL

    No ano 1050 antes do Cristo, a nação israelita já havia chorado a morte do seu líder espiritual – o profeta Samuel. E o rei Saul temendo um conflito político com os filisteus que se agravara aos extremos da guerra, busca orientação por via da interação mediúnica.

    Então disse a médium ao rei Saul: vejo deuses que flutuam sobre a terra e vem flutuando um Ser na forma de ancião e está envolto numa capa, entendo perfeitamente Saul que se tratava do Espírito do profeta Samuel... (I Samuel 28. 1 a 20) Bíblia sagrada

    Moisés nas suas leis sociais e religiosas promulgadas à nação hebraica havia proibido publicamente a feitiçaria, a magia e a evocação dos espíritos de antepassados (Deuteronômio 18. 9 a 11). Pelas noções da consolidação da moral teocrata de um povo extremamente valoroso em provações árduas e constantes motivadas pelas lutas por espaço territorial com povos vizinhos, e que fatalmente usaria a permuta com as forças espirituais imperfeitas para fins contrários à fraternidade: vantagens pessoais, supremacia sobre inimigos, e desenfreada caça a tesouros escondidos; costumes estes comuns entre os egípcios. E Moisés depois da retirada daqueles domínios, almejando formar uma nova mentalidade religiosa vetara esta prática às pessoas de sua comunidade – assim como se diz não à criança que brinca com o fogo. Se o legislador Moisés houvera proibido as evocações, é que o fato era possível carecendo primeiramente de educação geral.

    Somente os Profetas por já estarem consagrado às noções básicas de espiritualidade, podiam exercer livremente as percepções mediúnicas através de desdobramentos dos sonhos, visões, e até mesmo rituais secretos com talismãs e amuletos talhados com pedras preciosas de Urim, prática de invocação utilizada pelos sacerdotes do povo hebreu vide Êxodo 28. 15 a 20 e Números 27. 21, na Bíblia, e toda orientação que procedia do Clero, que era formado por um conselho de anciãos eram sagrados e considerados de ordem divina: oferendas, holocaustos, sacrifícios corporais; mas mesmo assim as suas idéias eram incompreendidas no meio das massas.

    Coincidentemente pela força do destino, e diante de um povo bastante crente na proteção divina; e quando este mesmo povo se vê impossibilitado da presença física do seu Profeta preferido, - fica assim privado da manifestação com os poderes celestes por falta de um medianeiro à altura de intercambiar as forças benéficas do espírito. O seu Governo então lança mão de recursos considerados malditos na época, que era exatamente a consulta aos místicos estrangeiros não credenciados pela organização sacerdotal hebraica, por serem discriminados como inimigos da nação. A escolha coube então à médium da região de En-dor de auscultar a dimensão invisível do extrafísico, e ela pela sua capacidade de vidência tal qual os profetas do Senhor, vislumbrou com os olhos da alma a personalidade espiritual de Samuel que flutuava naturalmente acompanhado por outros guias espirituais, tal a expressão de surpresa da sensitiva no momento da aparição: vejo deuses!... deuses, era o modo como os povos antigos também designavam os bons espíritos, daí a expressão do salmista: “Deus está na congregação dos poderosos; julga no meio dos deuses” – Salmo 82. 1 Bíblia sagrada

    Por que me inquietas? Fazendo-me vir à superfície terrestre! - pergunta então o espírito de Samuel ao rei Saul.

    Depois das recriminações cabíveis, o espírito de Samuel passou a falar do futuro vaticinando acontecimentos que iriam transcorrer durante a guerra, inclusive a morte do rei Saul naquela temível batalha (I Samuel 28. 19).

    http://vozqclamabr.blogspot.com.br/2013/11/evocacao-do-espirito-do-profeta-samuel.html

    ResponderExcluir
  28. FALTA DISCERNIMENTO DOS DOUTORES BÍBLICOS

    Reflexão: opositores da Doutrina Espírita pretendendo incentivar descrédito às manifestações espirituais do além, interpretam esta narração bíblica do livro do profeta Samuel uma falsidade manipulada por “satã” como se essa entidade fosse muito mais capaz que os poderes de Deus, pois ela teria onisciência da necessidade do rei Saul que iria buscar apoio moral para enfrentar a guerra contra os filisteus, estaria onipresente para se apresentar com desenvoltura, e até onipotência para profetizar a morte de Saul e toda a sua família: amanhã tu e teus filhos estareis comigo (I Samuel 28. 19).

    Para religiosos bíblicos intolerantes: A Bíblia é, ou não é, a palavra de Deus? As suas Escrituras não foram divinamente inspiradas? Pois quem escreveu o livro bíblico que descreve esta comunicação não foi o rei Saul; ou teria sido Samuel, que já estava em outra dimensão de vida? O autor, ou conjunto de autores que narram este fenômeno mediúnico do povo hebreu analisa verdadeiramente esta manifestação como um fato real positivo entre os dois planos de vida: material e espiritual.

    - Se a Justiça Humana condena a falsidade ideológica: “dos crimes contra a fé pública, código penal brasileiro art 296/305”. Deus o poder absoluto, a perfeição suprema, caso permitisse a presente narração que descortina o sentimento de imortalidade nas pessoas e proclama a soberania de seu poder ilimitado na Natureza, sugestionando a mente das gerações vindouras para uma esperança gloriosa além-túmulo com a possibilidade de intercambio com os que ficaram na existência material. E, lamentavelmente, esta narração tão bela é um “simulacro ?” Uma falsidade ideológica que a Onisciência Suprema teria permitido incluir nas páginas das Escrituras do livro sagrado, o Criador estaria induzindo ao erro milhares e milhares de criaturas...

    Muitas pessoas que folheiam as páginas da Bíblia necessitam: olhos para ver, ouvidos para entender as suas mensagens...

    Deus a perfeição absoluta em todas as coisas, com certeza, a sua Justiça é muito superior à Justiça humana.

    A Bíblia para ser palavra irrefutável de Deus, e o autor divinamente inspirado, é quem deveria inserir no seu capítulo: “satã” simulou ao rei Saul através da médium de En-dor ser o espírito do profeta Samuel, caso esta comunicação mediúnica fosse falsa. E, não, religiosos com pouco discernimento no curso dos séculos - os falsos doutores bíblicos em todos os tempos, tentando fazer uma inversão do sentido no texto sagrado, semeando dúvidas e desfavorecendo o Poder imensurável de Deus, tal qual os Fariseus da época do Cristo que fechavam o portal do conhecimento celeste aos homens, pois nem entravam, e nem permitiam entrar, aqueles que queriam entrar (Mateus 23. 13).

    Saduceus (Lucas 20. 27/38) era uma seita da época do Cristo que negava a imortalidade da alma e sua interação com o plano material. Ainda hoje o saduceismo influencia crenças que se proclamam cristãs, mas que compreendem um “evangelho morto” sem espírito redivivo.

    http://vozqclamabr.blogspot.com.br/2013/11/evocacao-do-espirito-do-profeta-samuel.html

    ResponderExcluir
  29. INTERAÇÃO COLETIVA DE SERES ESPIRITUAIS

    sobrevivência além-túmulo


    Nas Boas Notícias que o Pai Celestial destina à sua criação no plano terrestre através do Evangelho do Cristo, a mensagem da vida triunfante, comprovamos o seguinte no livro do apóstolo Mateus:

    “O véu do templo da natureza se rasgou em dois de alto a baixo; tremeu a terra e fenderam-se as pedras; e muitas criaturas de bem que já haviam partido da existência material terrena pelos portais dos túmulos – ressurgem, manifestando-se a várias pessoas na cidade de Jerusalém”.

    Nenhuma mensagem religiosa se reveste de tanta espiritualidade quanto os exemplos que o Evangelho nos proporciona: o despertar dos homens para a vida plena do espírito. Ensinando que Deus não é Senhor da morte, e sim da vida – que é eterna (Mateus 22. 23 a 33); e que não basta ser imortal, é necessário estar eternizado com Deus.

    E sendo Jesus o legítimo representante da Divindade Cósmica para todos os filhos da Terra; a sua biografia, da manjedoura ao Gólgota foi um poema de beleza e louvor ao Criador da Vida. Se a humanidade daquela época desconhecia estas verdades, o mesmo não acontecia com a natureza que dava o seu brado de alarme no momento supremo do calvário, convulsionando forças com os fenômenos físicos: tremor de terra, seguido de forte tempestade... E eis que neste instante, desfaz-se de alto a baixo as camadas de energia que separam os dois planos de existência: material e espiritual; e as Almas virtuosas ressurgem das dimensões extrafísicas do éter celestial, apresentando-se aos contemporâneos com seus corpos espirituais plenamente identificados nos traços e caracteres da época em que viveram no plano carnal e, juntamente com o Cristo redivivo após o domingo da páscoa, cantam por vários dias o hino da ressurreição vitoriosa, testificando assim a todas as crenças do porvir - a sobrevivência do Ser para além das fronteiras dos túmulos.

    O apóstolo Mateus (27. 51 a 53), na sua linguagem simples descreveu esta ocorrência, naturalmente desconhecendo o plano astral do qual aqueles seres espirituais retornavam e também o desenrolar das suas manifestações etéreas, empregou termos comum em uso na época: corpos que dormiam nos túmulos; ou seja, passados para a vida além através do fenômeno morte e, que ressurgiam em suas essências santificadas.

    E como muitas catacumbas ficavam cravadas nas pedras, tais as circunstâncias da cidade de Jerusalém cercada de rochas por todos os lados. E com o rompimento dessas rochas pelo efeito daquele tremor de terra, muitas tumbas foram abertas e o apóstolo relacionava as múltiplas aparições dos espíritos desencarnados a este fato, realçando: que após a alvorada da ressurreição do Senhor, todos se manifestam visivelmente chamando a atenção daqueles povos para a realidade divina da vida imortal do espírito.

    Fenômeno inteiramente natural nas leis de forças que regem os universos: material e espiritual. Pois a Providência Divina permite a interação visível, sensível ou a até mesmo palpável dos seres espirituais pela condensação molecular do corpo de energia do espírito – o perispírito. Comprovando assim a sobrevivência do ser espiritual após o término da vida material.

    http://vozqclamabr.blogspot.com.br/2013/11/interacao-coletiva-de-seres-espirituais.html

    ResponderExcluir
  30. TRANSFIGURAÇÃO DE JESUS

    Materialização em luz, e interação com seres espirituais das dimensões extrafísicas da vida superior


    Finalmente, uma das maiores de todas as realidades, o entrelaçamento que conjuga as duas naturezas: material e espiritual, se nos apresenta nesta revelação imortalista do Evangelho, o código divino.

    Jesus convida os apóstolos perceptíveis e consagrados à sua causa: Pedro, João e Tiago, e se dirigem em particular ao monte Tabor nos arredores de Jerusalém, a fim de buscarem forças através da oração edificante. E no decorrer da vibração da prece: o Senhor se transfigura em radiante luz; o seu rosto resplandece como o sol no seu fulgor; as suas vestes transmutam-se num foco de intensa luminosidade espiritual revelando a hierarquia divina do Cristo celeste, e a glória da imortalidade que é destinada a todos que se dedicam e se consagram na obra redentora do Evangelho. E neste sublime momento lhes aparecem duas criaturas plenamente redivivas que fluem das dimensões superiores do cosmo espiritual e se materializam fluidicamente: Moisés que vivera há 13 séculos; e Elias que existira há 9 séculos, e que recentemente desempenhara outra missão na personalidade do Batista (Mateus 17. 1 a 13).

    E diante daquela visão luminosa no Tabor, os espíritos benfeitores comunicam acontecimentos que iriam brevemente desenrolar-se na cidade de Jerusalém sob a influência fanática dos sacerdotes do Templo de Jerusalém (seguidores intransigentes do Antigo Testamento das escrituras hebraicas); cobertura corrupta das autoridades políticas; e aplauso ignorante da massa popular, e que fatalmente culminaria com a prisão e morte de Jesus no Gólgota.

    Pedro sem entender que o fenômeno era todo de ordem espiritual sugere a construção material de tendas (Mateus 17. 4).

    Não foi apenas uma simples visão, e sim uma transcomunicação em glória, segundo o apóstolo Lucas 9. 28-31 que afirma: os quais Moisés e Elias, em corpo espiritual, apareceram e falaram do calvário a cumprir-se na cidade de Jerusalém.


    Ao descerem do monte Jesus adverte aos apóstolos para que não contassem a ninguém sobre “visão espiritual”, até o momento adequado em que ele Jesus ressurgisse dos mortos (Mateus 17. 9). Pois na época havia muitas normas rigorosas de religiosos apegados extremamente à lei do Deuteronômio 18. 11, sujeito à penalidade de morte por apedrejamento (Levítico 20. 26-27) * Assim como ainda hoje existem preconceitos nos meios religiosos atuais quando o assunto é interação espiritual entre os vivos da terra com os redivivos do além.

    http://vozqclamabr.blogspot.com.br/2013/11/transfiguracao-de-jesus-ceus.html

    ResponderExcluir
  31. TRANSFIGURAÇÃO DE JESUS, CÉUS


    Que reflexionem todos aqueles que queiram negar as manifestações espíritas! Tudo é possível para aquele que crê, e complementa o Mestre em João 14. 12-14: obras maiores que essas realizareis...

    Quanto ao fato verificado na materialização fluídica do espírito Elias, manifestando-se visivelmente na forma e ubiqüidade da encarnação antiga, e se recentemente vivera a experiência carnal na pessoa humana de João Batista. Pois o próprio Mestre Jesus esclarece que Elias e João Batista são a mesma personalidade (vide Mateus 17. 11-13).

    Fenômeno confirmado é que a transfiguração de Jesus ocorre no auge de sua missão terrena, e nesse período Herodes, governador da Judéia, já havia executado a morte de João, por decapitação.

    - Por que, então, no monte Tabor, aparece o perfil do espírito Elias, ao invés de João que fora a sua reencarnação mais recente?


    Nada de sobrenatural!!! E nem derrogação das causas naturais que regem os dois planos de vida: material e espiritual. Tudo, enfim, se assenta no poder imensurável da Criação de Deus e na grandeza da vida universal. A Ciência humana atualmente estuda o princípio das mutações físico-químicas de algumas bactérias, que apesar de ser a menor forma de vida na Natureza, e encara esses estudos de mudança de formas desses micro-organismos de modo natural. Ampliando-se os horizontes da vida, na dimensão espiritual dos espíritos superiores, como é o caso de Elias/João Batista, O SER tem a faculdade, liberdade, e poder de se transmutar em uma configuração de veste espiritual de suas vidas passadas, e se apresentar nessa forma perfeitamente normal.


    O que se alcança no plano das energias materiais realiza-se com muito mais perfeição no reino inteligente do espírito imortal. “A ubiqüidade, a bicorporidade e a transfiguração do Espírito são fenômenos plenamente naturais da existência espiritual (cap. VII, O Livro dos Médiuns, Allan Kardec)”.

    As experiências vividas pelo espírito não se perdem no tempo; e sim, ficam armazenadas na subconsciência etérea do Ser, que pode naturalmente pela vontade divina e força elástica da mente extrafísica, reassumir as suas lembranças e formas gravadas no espaço de suas existências, sem prejudicar o todo de suas vestes espirituais – o perispírito. Isso ocorre naturalmente com espíritos de grande evolução já lapidados no fluxo das reencarnações físicas.

    Além dessas verdades, a Providência Divina estava reservando à humanidade do futuro, com a gloriosa transfiguração e materialização espiritual - profundas noções de imortalidade da Alma.

    Moisés simbolizava a justiça – o decálogo;

    Elias representava os profetas do Senhor.

    Para Deus não existe o impossível, e para os homens o nada é ignorância de causa e as trevas ausência absoluta de luz. A Terra, na sua imensa trajetória orbital que obedece às leis físicas e espirituais da mecânica celeste, não é apenas uma gigantesca bola a esmo no espaço. E sim, uma grandiosa estrutura de forças vivas delineadas pela Sabedoria de Deus para desenvolvimento dos seres inteligentes que moram na sua superfície material e dimensões etéreas do extrafísico.

    http://vozqclamabr.blogspot.com.br/2013/11/transfiguracao-de-jesus-ceus.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para nossa reflexão...

      Se Jesus, neste exato momento se fizesse visível,literalmente,em toda a Sua Majestade e Sua Luz,efetuando curas e toda a sorte de milagres,os mesmos de há 2000 anos em todas as nações do Planeta...Será que Ele...

      Indagaria sobre a nossa religião?
      Se incomodaria com aqueles que não tem religião?
      Se importaria com como O vemos?
      Curaria somente quem crê em Deus ou nNele?
      Curaria alguém com total demência mental?
      Curaria quem tem limitações físicas?



      Excluir
  32. Todos queremos ser salvos. Mas será que paramos para pensar: ser salvos do que, ou de quem? Alguns querem ser salvos deste mundo, achando que a vida é um castigo. Outros querem ser salvos do "demônio" ou do "inferno", como se houvesse, na perfeita Justiça Divina, espaço para seres ou lugares voltados exclusiva e eternamente para castigo, para o mal ou para malfeitores.

    A máxima "fora da caridade não há salvação" assenta um princípio universal e abre a todos os filhos de Deus o acesso à felicidade, elucidando a abordagem que Jesus faz da importância da caridade como condição absoluta de felicidade futura (O Evangelho Segundo o Espiritismo, capítulo XV). O dogma "fora da igreja não há salvação" é exclusivista, absolutista e não condiz com a bondade do Pai. "Fora da verdade..." é equivalente ao "fora da igreja...", pois nenhuma seita, filosofia ou religião possui o privilégio de conter a verdade absoluta. A caridade (benevolência com todos, indulgência com as imperfeições alheias e perdão das ofensas (O Livro dos Espíritos, questão 886) está ao alcance de todos: do ignorante ao sábio, do miserável ao rico, independente de qualquer crença particular.

    Jesus é um salvador no sentido de que ele veio mostrar e exemplificar o amor, caminho que devemos seguir para a conquista da paz e da felicidade. Essa conquista é resultado de nossas obras: quanto mais orgulhosos e egoístas, mais longe estaremos da meta; quanto mais benevolentes e caridosos, mais nos aproximaremos do Mestre. Se ser seguidor de Jesus fosse o único caminho para a salvação, o que seria dos bilhões de seres que habitam e habitaram o Oriente, onde o Cristianismo é apenas pequena fração religiosa?

    Quando raciocinamos profundamente, vemos que uma pequena existência é pouco para aprendermos e vivenciarmos tudo o que necessitamos. As vidas sucessivas (reencarnações) conduzem à lógica de que em cada etapa, em cada encarnação, evolui-se, gradativamente, até atingir a perfeição relativa. Assim, salvação é sinônimo de evolução: o espírito só evolui à medida que aprende a amar ao próximo, minorando suas dores e praticando a caridade. A salvação segundo o Espiritismo é a salvação de nós mesmos, de nossas imperfeições morais. É a superação dos vícios e defeitos, substituído-os por virtudes e qualidades. Cada passo dado nesse sentido aproxima-nos mais de Deus e nos faz ficar mais próximos da felicidade. A “conquista do céu” é a consciência reta e o bem agir.

    Se fizermos assim, independente da religião que professamos ou até se não a tivermos, estaremos seguindo a trilha demonstrada pelo Cristo há mais de dois mil anos.

    ResponderExcluir
  33. Acredito que para discutir a verdade de fato deve-se acreditar na base, onde mo seu caso meu caro é a bíblia, agora quem garante que a bíblia foi escrita por intermedio de Deus? Voce certamente usara palavras da propria biblia para responder... ela foi modificada e interpretada de diversas formas, qual seria a correta? se Deus e bom pq existe o inferno? Sendo que o criador e benevolente. Meu caro a questao nao e convencer as pessoas do que vc acha mas sim entender oq deve ser entendido. ... e sim, é bem sibjetivo mesmo, pois penso da seguinte forma, Deus nos criou sabendo que.aomos falhos entao pq deixar o mindo na situação que esta? Pra quem seguir-lo mostrar q e por amor? Ou por temor? Somos Fantoches? Entao meu caro procure entender a base de onde vem a sua fe ... o resto e manipulável. ...

    ResponderExcluir
  34. Acho que devemos conhecer primeiro antes de falar que espiritismo é abominavel.Simplesmente é maravilhoso vc falar com um caboclo,um preto velho,um marinho que te aconselha e conforta seu coração.Que Oxalá abeçoe vcs quando desencarnarem e que tenham a mente limpa para encarar a realidade. Sou umbandista e se quiserem posso respondeer perguntas e orientar a quem estiver de cabeça aberta e um coração puro.Purem no faceook Laura Mendes Leitte

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. se quiserem procurem-me no facebook Laura Mendes Leitte

      Excluir
  35. O Cristão reconhece que e pecador e precisa de redentor. Nosso Redentor e Jesus Cristo. Redentor serve para que? Reunir o pecador com Deus, pois Deus e justo, perfeito e ama pois tem plano de redencao/salvacao via O Redentor. O que precisamos para ser Cristão? Joao 3:16 disse tudo "Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna". Isto feito tornamos Filhos de Deus, Cristãos. O Apostolo Paulo nos explica que 8 Pois vocês são salvos pela graça (de Deus), por meio da fé, e isto não vem de vocês, é dom de Deus; 9 não por obras, para que ninguém se glorie. Não somos salvos por esforço nosso (nesta vida, nem em mil vidas se existiam), mas pela crucifixão, morte e ressurreição de Jesus Cristo!

    Espiritista, Ubandista, Mormonista, UFOist, Maoist, Budista, Ateísta...... ad infinitum....voces podem creer em qualquer coisa que querem...mas por favor....não tentem reinventar, redefinir ou diminuir o nosso Salvador Jesus Cristo.

    Isto e ser Cristão, em nome de Jesus, Amen!

    ResponderExcluir